BEM AVENTURADOS OS MISERICORDIOSOS.

BEM-AVENTURADOS OS MISERICORDIOSOS, PORQUE ELES ALCANÇARÃO MISERICÓRDIA.  Mateus 5:7.

PARTE 1

No Sermão da Montanha, Jesus anunciou primeiro os temas dos quais iria falar,  depois durante o sermão ele discorreu elucidando cada  tema em questão.   Deste modo, este versículo  acima terá nos dois textos bíblicos abaixo a sua elucidação.

Mateus capIitulo 5

38  Ouvistes que foi dito: Olho por olho, e dente por dente.

39  Eu, porém, vos digo que não resistais ao mal; mas, se qualquer te bater na face direita, oferece-lhe também a outra;

40  E, ao que quiser pleitear contigo, e tirar-te a túnica, larga-lhe também a capa;

41  E, se qualquer te obrigar a caminhar uma milha, vai com ele duas.

42  Dá a quem te pedir, e não te desvies daquele que quiser que lhe emprestes.

43  Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo, e odiarás o teu inimigo.

44  Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus;

45  Porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos.

46  Pois, se amardes os que vos amam, que galardão tereis? Não fazem os publicanos também o mesmo?

47  E, se saudardes unicamente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os publicanos também assim?

48  Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus.

 

Mateus capitulo 6

12  E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores;

13  E não nos induzas à tentação; mas livra-nos do mal; porque teu é o reino, e o poder, e a glória, para sempre. Amém.

14  Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós;

15  Se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai vos não perdoará as vossas ofensas.

 

  O dicionário da língua portuguesa define misericórdia como compaixão suscitada pela miséria alheia.

  A palavra grega para misericordioso é “eleemom” e representa compaixão ativa. O misericordioso se compadece do sofrimento alheio e age em favor do necessitado.

  De acordo com o texto do evangelho citado acima, a palavra misericórdia tem principalmente o sentido de perdão.

  No tempo de Jesus, a misericórdia era vista em muitos casos como uma fraqueza de caráter. A um líder político ou guerreiro esta fraqueza poderia impedir seu desempenho na conquista ou no governo do povo vencido. Ele devia ser temido e não amado. Nas arenas de gladiadores, o vencido era condenado pelo povo a morrer, sem misericórdia.

  Mesmo entre os judeus, a lei mosaica previa várias situações que eram julgadas na base do olho por olho, dente por dente. Não que se usasse em Israel o antigo código de Hamurábi. Israel tinha suas próprias leis. Este comportamento e essa concepção faziam parte da cultura do mundo da época. Além disso, a lei mosaica previa, mostrando já misericórdia, as cidades refúgio, onde haveria abrigo para o réu em muitas das situações, a salvo dos vingadores. (Veja em Deuteronômio capitulo 19) . Também limitava a vingança, o castigo ao crime, pagando o infrator na mesma medida em que infringiu, evitando assim que o castigo ou a vingança excedesse e superasse o crime cometido, crescendo deste modo o mal.

  A ideia principal que este quinto tema apresentado no Sermão da Montanha nos propõe, é a de fazer o bem a quem nos faz o mal. Ao procedermos desta forma, estaremos quebrando uma sequência de ações e reações maléficas e criando uma nova sequência de ações e reações benéficas. Desta forma o bem estará vencendo o mal. Desta forma o mundo será mudado a começar por nós, de modo a se manifestar nos homens a glória e o amor de Deus, e não a maldade destrutiva do diabo.

  O escritor da carta aos romanos assim se expressa: Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem. (Rom. 12:21.)

  Por outro lado, sendo nós filhos de Deus, em nós deve haver traços cada vez mais evidentes do caráter de Deus, e o caráter de Deus revela misericórdia.

PARTE 2

  Uma figura que ilustrará devidamente isto que estamos falando, é a parábola citada abaixo.

 

A parábola do credor incompassivo (Mateus, cap. 18)

23  Por isso o reino dos céus pode comparar-se a um certo rei que quis fazer contas com os seus servos;

24  E, começando a fazer contas, foi-lhe apresentado um que lhe devia dez mil talentos;

25  E, não tendo ele com que pagar, o seu senhor mandou que ele, e sua mulher e seus filhos fossem vendidos, com tudo quanto tinha, para que a dívida se lhe pagasse.

26  Então aquele servo, prostrando-se, o reverenciava, dizendo: Senhor, sê generoso para comigo, e tudo te pagarei.

27  Então o senhor daquele servo, movido de íntima compaixão, soltou-o e perdoou-lhe a dívida.

28  Saindo, porém, aquele servo, encontrou um dos seus conservos, que lhe devia cem dinheiros, e, lançando mão dele, sufocava-o, dizendo: Paga-me o que me deves.

29  Então o seu companheiro, prostrando-se a seus pés, rogava-lhe, dizendo: Sê generoso para comigo, e tudo te pagarei.

30  Ele, porém, não quis, antes foi encerrá-lo na prisão, até que pagasse a dívida.

31  Vendo, pois, os seus conservos o que acontecia, contristaram-se muito, e foram declarar ao seu senhor tudo o que se passara.

32  Então o seu senhor, chamando-o à sua presença, disse-lhe: Servo malvado, perdoei-te toda aquela dívida, porque me suplicaste.

33  Não devias tu, igualmente, ter compaixão do teu companheiro, como eu também tive misericórdia de ti?

34  E, indignado, o seu senhor o entregou aos atormentadores, até que pagasse tudo o que devia.

35  Assim vos fará, também, meu Pai celestial, se do coração não perdoardes, cada um a seu irmão, as suas ofensas.

 

  No texto do evangelho de Lucas mais acima, a oração que Jesus nos ensinou finaliza com a mesma afirmação que finaliza esta parábola.

  Também o tema em questão, afirma que aqueles que forem misericordiosos, também alcançarão misericórdia. Tal afirmação equivale a dizer que os que não forem misericordiosos não alcançarão misericórdia dos homens, pois é isto o que diz a lei da semeadura, mas também que não alcançarão misericórdia de Deus. Isto equivale a uma condenação, pois se não fosse pela misericórdia de Deus, seriamos todos consumidos.

  Portanto, é imprescindível que busquemos esta condição de misericordioso o mais rápido possível, para também podermos contar com misericórdia em nosso favor.

  Orar abençoando os que nos maltratam e perseguem os que causam em nós sentimento de revanche e de vingança, é o que ordena o evangelho citado acima.

  Creiamos na palavra de Deus, com respeito a este tema, confessando-a em nossas vidas: O Senhor me transforma em uma pessoa misericordiosa e perdoadora, capaz de orar abençoando os que pela sua ação provocam em mim sentimentos de mágoa, ressentimento e de vingança. Pelo operar do Espírito Santo em mim, sou levado a retribuir o mal com o bem, evidenciando assim em mim o caráter de meu Pai celestial, que é misericordioso.

  Peça esta transformação a Deus e seja transformado. Semeie perdão e misericórdia e colha em abundância. Continue plantando e colhendo. Seja grandemente feliz, seja bem-aventurado.

Texto copiado co livro O Sermão da Montanha, de Sadi Lindolfo Back.

2 comentários sobre “BEM AVENTURADOS OS MISERICORDIOSOS.

  1. Miyuki

    Interessante qdo explica q antigamente julgavam pessoas q tinham misericórdia como uma pessoa fraca. E pra Jesus quem eh misericordioso alcança a misericórdia, e não tem nada melhor do q ter a misericórdia de Deus em nossas vidas.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s